quinta-feira, agosto 06, 2009

Há dias assim

Há dias em que me lembro de tudo e dias em que não me lembro de nada.

Hoje lembrei-me de quando fui tirara carta. Do tempo que passei a pensar desistir. Depois lembrei-me de todas as coisas que iniciei e das quais quis desistir e não me deixaram, quer dizer, incentivaram-me a seguir em frente. E destas coisas, carta incluída, lembro-me agora do prazer que dá tê-las e de como um empurrãozinho na hora certa para não desistir foi bom e de como devo esses empurrõezonhos dados na hora certa pela pessoa certa.

E depois lembro-me das coisas que já devia ter desistido há imenso tempo e não deisti.

E depois lembro-me de todos os empurrõezinhos que eu dei, das energias que perdi a dar a força certa na hora certa mas... à pessoa errada. E de como as pessoas erradas a quem eu dei uns empurrões na hora certa agora me empurram também, mas na direcção errada. E me fazem ficar a marcar passo.

Mas isto são coisas que eu não devia pensar nem lembrar.

2 comentários:

Gigi disse...

«Mas isto são coisas que eu não devia pensar nem lembrar.»

Às vezes escreve-se para desabafar e depois esquecer.

Thunderlady disse...

Não adianta não lembrar, pois não?

E posto isto sai uma filosofia de bolso no blog sem nome :)